Você está aqui: Home // Linhas de Pesquisa // Linhas de Pesquisa disponíveis para ingressantes até 2018.

Linhas de Pesquisa disponíveis para ingressantes até 2018.

LINHAS DE PESQUISA

GQ – Gestão da Qualidade

A área de GQ tem por objetivo gerar e difundir conhecimentos sobre gestão da qualidade para tratar de questões relativas à qualidade, de produtos e processos, desde o desenvolvimento de produtos até os serviços pós venda. São desenvolvidos estudos da gestão da qualidade em empresas individuais bem como em cadeias e redes de empresas, sobre as abordagens, práticas e ferramentas para planejamento, controle e melhoria da qualidade, sistemas de gestão da qualidade, os mecanismos de aprendizagem e os sistemas de medição de desempenho. Esses estudos são desenvolvidos em organizações de manufatura e de serviços, públicos ou privados.

[+] Leia mais…

GSA – Gestão de Sistemas Agroindustriais

O objetivo desta linha de pesquisa é gerar e difundir conhecimentos que permitam a melhoria da qualidade e da produtividade do agronegócio nacional, adaptando o Sistema Agroindustrial (SAI) brasileiro aos padrões internacionais de competitividade. O SAI é entendido aqui como o setor de atividade econômica que engloba desde da produção de insumos, bens e serviços para produção agrícola até o armazenamento, transporte, processamento e distribuição de produtos agroindustriais ou deles derivados. Será privilegiado de atuação dos pesquisadores desta linha o estudo, adaptação e o desenvolvimento de ferramentas e metodologias de gestão especialmente adaptados à problemática agroindustrial.

[+] Leia mais…

GTI – Gestão da Tecnologia e Inovação

A área de GTI dedica-se ao estudo da dinâmica competitiva e do comportamento dos agentes com relação à tecnologia – entendida de maneira abrangente como o conhecimento com fim prático que propicia o desenvolvimento da inovação. Envolve o estudo das formas (arranjos, mecanismos e tipos de coordenação intra e inter-firmas) utilizadas pelas empresas para a aquisição de tecnologia, dos processos de inovação, dos sistemas administrativos implementados para a capacitação tecnológica e melhoria da produção e das operações empresariais e, ainda, dos impactos da tecnologia e da inovação no desenvolvimento dos agentes econômicos e da economia.

[+] Leia mais…

IOT – Instituições, Organizações e Trabalho

A área de IOT focaliza o conjunto de abordagens teóricas que vêm sendo objeto dos esforços intelectuais de seus docentes, entre as quais destacam-se a sociologia econômica, as redes sociais, de cooperação e políticas, o novo institucionalismo na análise organizacional, a análise do trabalho e de seus condicionantes organizacionais e a economia de custos de transação. Uma das iniciativas dessa linha é o Núcleo de Estudos em Sociologia Econômica e das Finanças – NESEFI [www.nesefi.dep.ufscar.br], composto por alunos de mestrado, doutorado e graduação vinculados ao DEP e a outros cursos e programas da UFSCar e mesmo fora dela.

[+] Leia mais…

PCsP – Planejamento e Controle de Sistemas Produtivos

A área de PCsP dedica-se ao projeto e à gestão do sistema produtivo (bens e serviços) com o objetivo de melhorar o fluxo de materiais e informações, bem como o desempenho do sistema. O sistema produtivo pode compreender uma única empresa ou um conjunto de empresas (por exemplo: cadeias de suprimento; aglomerados industriais). Os professores que atuam nesta área desenvolvem trabalhos e orientações em diversos ramos de atividade, entre eles: agroindústria, alimentos, calçados, metal-mecânica, transporte e outros serviços. Os problemas são estudados pelas seguintes abordagens: estratégica, práticas gerenciais, métodos quantitativos e computacionais.

[+] Leia mais…

TTO – Trabalho, Tecnologia e Organização

A Engenharia de Produção tem como objeto de investigação a concepção e coordenação de situações produtivas, no interior das quais se articulam os processos de produção e de trabalho. A Engenharia de Produção expressa sua singularidade, frente aos demais ramos da Engenharia, por ter o Trabalho como objeto de pesquisa e produção de conhecimento. Distingue-se também das Ciências do Trabalho por considerar o trabalho em suas condições concretas de realização. Dessa forma, o Trabalho é a atividade humana singular, histórica e socialmente contextualizada, constituindo-se, ao mesmo tempo, em centro da análise e elemento estruturante e organizador das situações produtivas. Além disso, o Trabalho deve ser compreendido considerando-se os condicionantes postos pela Tecnologia, pela Organização e pela sociedade. As relações entre Trabalho, Tecnologia e Organização são compreendidas a partir dos seus aspectos descritivos, relativos a uma racionalidade instrumental voltada para a eficiência e eficácia, bem como, dos aspectos normativos, relativos às normas ou critérios socialmente definidos, que orientam as escolhas de projetistas e organizadores. As investigações nesta linha de pesquisa produzem conhecimentos e contribuições para transformações em dois campos: a) no campo do Projeto de Engenharia voltados para a produção de modelos descritivos, explicativos e/ou propositivos para a atividade de concepção de produtos, processos e trabalho; e, b) no campo da Dinâmica Social e do Trabalho voltados para a produção de modelos descritivos, explicativos e/ou propositivos sobre as formas de organização da produção e do trabalho e sobre as condições em que o trabalho se realiza, considerando-se os processos de mudança social, tecnológica e organizacional.

[+] Leia mais…

Copyright © 2017 | Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção - DEP - UFSCar | Todos os direitos reservados
Powered by WordPress.